Press "Enter" to skip to content

A chegada da cerveja no Brasil

0

O fim de semana está batendo na porta e a vontade de tomar aquela cerveja gelada só aumenta, não é mesmo? Mas antes de “sextar”, você já parou para pensar como e quando essa bebida chegou ao Brasil? Será que ela sempre foi popular por aqui? Vamos explicar todos os detalhes e com certeza sua “breja” será muito mais gostosa daqui para frente!

Todos sabem que as maiores escolas cervejeiras estão na Europa, em países como Alemanha e Bélgica, por exemplo. A chegada da bebida ao Brasil não aconteceu tão de repente, foram inúmeras fases até a solidificação no país.

A cerveja chegou ao Brasil durante a colonização, mas pela influência de Portugal, a bebida que comandava na época era o vinho – inclusive, vender esta especiaria era um dos interesses dos lusitanos.

Os portos do Brasil davam total prioridade a Inglaterra, por isso, a cerveja consumida aqui era de origem inglesa. Isso começou a mudar com a chegada dos imigrantes na metade do século XIX, foi quando a cerveja alemã se tornou referência para os brasileiros.

A cerveja começou a ser produzida no Brasil em 1830, de forma artesanal, as famílias imigrantes faziam a bebida para consumo próprio. Nesta época, a produção de cerveja era considerada uma atividade culinária e de responsabilidade exclusiva das mulheres.

Em 1835, usando a mão de obra escrava e de empregos, a cerveja passou a ser produzida para a comercialização. No final do século, o aumento dos impostos impossibilitava a importação da bebida, desse modo, a produção local cresceu bastante.

Rio de Janeiro, São Paulo e a região Sul do país tornaram-se referência na produção da bebida na época. Muitos nomes marcaram o início da fabricação no Brasil e têm o nome gravado na história, como a Cervejaria Brasileira – 1836, Vogelin & Bager – 1848, Henrique Kremer – 1854 e muitos outros.

Com a popularidade da bebida no país, muitas cervejarias aumentaram a produção e cresceram estratosfericamente. Henrique Kremer, por exemplo, é conhecida atualmente como Cervejaria Bohemia – ela recebeu esse nome em 1898.

Os anos passavam e a cerveja ganhava mais notoriedade e ficava cada vez mais popular. Em 1936, a bebida teve o seu primeiro anúncio publicitário.

A larga escala de produção e a competividade de mercado entre as fábricas aumentaram, por isso, a busca pelo menor custo de produção – e consequentemente de venda – tornou-se um dos objetivos dos fabricantes. Essa atitude começou a refletir diretamente no sabor da cerveja, já que os produtos de baixo custo eram priorizados na fabricação da bebida.

O boom da cerveja no Brasil aconteceu, de fato, após 1980. Pequenas cervejarias começaram a surgir no país e as choperias começaram a trazer uma nova cara para os bares.

Um grande marco da história da cerveja no Brasil aconteceu em 1999, quando a Companhia Antártica Paulista e a Companhia Cervejaria Brahma se unificaram e criaram a Ambev – Companhias de Bebidas das Américas.

Outro ponto marcante na história foi a fusão da Ambev com a belga Interbrew, conquistando o título de maior produtora do mundo.

Comments are closed.